OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Notícias

21/04/2024 às 13:50

Conheça as seis ideias que prometem tornar Maceió um lugar ainda melhor

Seis ideias foram aprovadas para quatro desafios Seis ideias foram aprovadas para quatro desafios

Winicius Correia

O 1° Ciclo de Inovação Aberta de Maceió foi encerrado no dia 8 de abril. Os projetos vencedores receberam como prêmio um total de R$ 200 mil.

Uma equipe de especialistas aprovou seis ideias para quatro desafios enfrentados pelo município de Maceió nas áreas de saúde, trabalho, ordenamento urbano e fiscalização territorial.

O objetivo do projeto foi cumprido ao proporcionar o desenvolvimento de soluções inovadoras para a capital alagoana.

A iniciativa foi executada pela Secretaria Municipal de Estratégias Disruptivas, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedciti).

Durante seis meses, os inscritos desenvolveram suas ideias com especialistas da Sedciti, do Senai Alagoas, Instituto do Planejamento Urbano de Maceió (Iplan), outras secretarias municipais e o Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

As premiações foram viabilizadas a partir da parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por intermédio do senador Rodrigo Cunha.

De acordo com o titular da Sedciti, Sergio Cavalcante, a iniciativa segue o que está disposto no Marco Legal das Startups, de autoria do prefeito JHC, quando ele era deputado federal.

“As contratações serão feitas com base no Marco Legal das Startups, que é a Lei Complementar 182/2021, no qual o artigo 13 diz que startups poderão ser contratadas pela administração pública através de licitação especial para o teste de soluções inovadoras. Fomos um dos primeiros municípios do Brasil que realizou contratação através da nova legislação”, explica o secretário.

Conheça as ideias selecionadas

Desafio 1 – Como melhorar a disponibilidade de medicamentos oferecidos pela Prefeitura?

Projetos FarmOn e FarMassa

Ambas as plataformas têm como objetivo aprimorar a gestão municipal na distribuição de medicamentos, proporcionando controle adequado e evitando perdas.

Ao garantir a disponibilidade de itens essenciais e prevenir vencimentos, desperdícios ou falta de produtos cruciais, as soluções selecionadas contribuiriam diretamente para a saúde e bem-estar da população.

Desafio 2 - Como podemos utilizar dados abertos para inserir pessoas no mercado de trabalho em Maceió?

Projeto Barramento

A solução visa integrar o banco de dados do Sine Maceió, incluindo seus cadastros de candidatos e vagas disponíveis, com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Essa junção proporcionaria o aporte de recursos do MTE, e também ofereceria a capacidade de gerar relatórios detalhados, indicadores e métricas voltadas para os empreendimentos na cidade.

Desafio 3 - Como a prefeitura pode fiscalizar áreas no município de Maceió de maneira remota?

Projeto GeoBot

Uma plataforma de gerenciamento de dados urbanos baseada em Inteligência Artificial (IA).

Com ela, seria possível denunciar e fiscalizar obras irregulares, por exemplo, através de um robô de WhatsApp (chatbot).

O sistema também coletaria denúncias de forma automatizada em sites, redes sociais e blogs através de um motor de busca.

Desafio 4 - como realizar o ordenamento territorial para a inserção de ambulantes em Maceió?

Projetos Rota e Ambulante+

Plataformas Web e Mobile para a realização do zoneamento com os quantitativos de ambulantes por local, além de ferramentas ágeis e simples manuseio para cadastro, monitoramento e fiscalização desses vendedores.

Os serviços digitais incluem módulos de denúncias, solicitações de alvarás de funcionamento, inscrições em editais de eventos e marketplace.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.