OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Notícias

24/04/2024 às 19:16

Comissão aprova duas boas práticas do Poder Judiciário de Alagoas

Dicom TJAL Dicom TJAL

Duas novas boas práticas foram aprovadas pela comissão avaliadora do Banco de Boas Práticas do Poder Judiciário, em reunião na última segunda-feira (22). ‘Clube do Livro, Direito e Literatura’ e ‘controle dos pedidos dos advogados e das partes’ foram as ações aprovadas.

Após aprovação, elas ficam registradas no Banco de Boas Práticas para que sejam aplicadas por outras unidades do Judiciário.

De acordo com o servidor Guilherme Rossilho, que integra o Laboratório de Inovação do Judiciário, é importante que as pessoas acessem o Banco de Boas Práticas que está disponível no Intrajus.

“No Banco, magistrados e magistradas, servidores e servidoras podem encontrar boas ideias, que são simples de serem replicadas e que muitas vezes trazem excelentes resultados, seja na qualidade do atendimento, gestão da unidade e até mesmo na produtividade”, disse.

Participaram da reunião o Juiz Auxiliar da Presidência e Presidente da Comissão do Laboratório de Inovação do TJAL (JustInova), Rafael Casado, o Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Alagoas, Phillippe Alcantara, a Secretária Especial da Presidência, Luciana Omena, o Analista Judiciário, Guilherme Rossilho, e a Assessor da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP), Ramon Felix.

Clube do Livro, Direito e Literatura


O Clube do Livro Direito e Literatura é um clube de leitura, que tem o objetivo de fomentar o debate e a reflexão sobre questões que envolvem a sociedade e o direito a partir da leitura e discussão de obras literárias.

Ele é composto por 20 integrantes, entre servidores e magistrados do Poder Judiciário de Alagoas.

Os integrantes fazem a leitura e a discussão de um livro por mês, totalizando 6 livros lidos e discutidos a cada ciclo. As reuniões são realizadas na primeira segunda-feira de cada mês, no Café Literário da Esmal.

Os encontros são mediados pela servidora Mirian Ferreira Alves ou pelo servidor Gustavo Tenório Cavalcante, responsáveis pela curadoria das obras e condução dos debates.

Mirian destaca que no clube, os participantes ficam à vontade para compartilhar suas opiniões, ideias e interpretações sobre a obra discutida. "Assim fomentamos assim um espaço de respeito às opiniões, escuta ativa e estímulo à sensibilidade humana, possibilitando a criação de laços de amizade e pontes entre os participantes", enfatizou.

Controle dos pedidos dos advogados e das partes


Trata-se de um arquivo de planilha do excel desenvolvida pela Comarca de Quebrângulo, com o objetivo de organizar o controle dos pedidos de andamento processual formulados pelos advogados e partes que entram em contato por meio do balcão virtual, telefone ou presencialmente.

Assim que é feito o pedido de andamento processual, o servidor que recebeu o pedido preencherá a planilha com dados como data, número do processo, sequência dos autos, data da conclusão, tipo de prioridade (réu preso, idoso, ECA, etc) e situação do processo.

A planilha é armazenada em nuvem compartilhada na rede da Comarca, permitindo a edição simultânea por parte dos servidores da Unidade.

A juíza Fernanda Brito, titular da comarca de Quebrangulo, ressalta que a planilha possibilita uma melhor organização e permite que os servidores foquem nos processos mais urgentes, impedindo que sejam colocados em segundo plano.

"A consulta frequente ao documento permite à assessoria e ao magistrado, visualização ampla dos pedidos formulados pelos advogados e norteia a atuação de forma a melhorar a qualidade da prestação jurisdicional", diz.


Dicom TJAL

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.