OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 23 de junho de 2024

Notícias

21/05/2024 às 14:43

Ecopontos evitam descarte de 7 mil toneladas de lixo nas ruas todo mês

Secom Maceió Secom Maceió

Deborah Freire 

Entulho de construção, sofá velho, restos de móveis e muitos outros materiais volumosos que ainda são descartados em ruas, praças, terrenos baldios e outros espaços públicos de Maceió podem ter outro destino com a criação de ecopontos pela Prefeitura de Maceió e contribuir para a redução do descarte irregular.

De acordo com a Autarquia de Desenvolvimento Sustentável e Limpeza Urbana (Alurb), todos os meses são recolhidas 20 mil toneladas de lixo pela cidade, mas os Ecopontos conseguem evitar que 7 mil toneladas sejam deixadas em locais inapropriados.

Por isso, a Prefeitura investe na criação de novos espaços, em mais bairros, com o intuito de reduzir a sujeira em pontos crônicos de Maceió. Esta semana, foi a vez do bairro da Gruta de Lourdes ganhar um Ecoponto.

O equipamento público fica na Rua Antônio Menezes de Araújo Lemos, 143, por trás do condomínio Arte e Vida, e está apto a receber móveis e eletrodomésticos inservíveis, restos de poda de árvore, materiais recicláveis e entulhos de construção civil (até um metro cúbico por pessoa), tudo gratuitamente.

Maceió dispõe de outros cinco Ecopontos, distribuídos nos bairros Pajuçara, Tabuleiro do Martins, Vergel do Lago, Santa Lúcia e Cidade Universitária. E em breve vai ganhar mais um no bairro Feitosa.

Josias Balbino, morador da Ponta Grossa, conhece bem a importância dos equipamentos e das ações da Alurb para estimular o descarte correto de lixo. Ele sofreu por muitos anos com o problema, até a instalação do Ecoponto próximo ao local onde possui um estabelecimento comercial. “Era cachorro morto, insetos, escorpiões, baratas. É muito importante que a Prefeitura esteja presente e fiscalize”, reforça.

A diretora-executiva da Alurb, Kedyna Tavares, ressalta que a Prefeitura de Maceió possui diversos programas para facilitar a destinação correta de resíduos. Estão entre eles os Pontos de Entrega Voluntárias, onde a população pode colocar material reciclável para ser recolhido por cooperativas. Há também o Ecoboat, uma embarcação que recolhe lixo na Lagoa Mundaú. E o Município atua com a educação ambiental, com visitas de porta em porta aos moradores da cidade.

Mas ela destaca que o principal agente de limpeza precisa ser o morador e a moradora, para que o trabalho do Município tenha eficácia. “É aquela dona de casa, é aquele morador, é aquele comerciante que ajuda a Prefeitura a manter a nossa cidade limpa. É um trabalho de formiguinha, porque a gente sabe que a atitude multiplica. Por meio do exemplo, a gente começa a educar a comunidade”, afirma Kedyna Tavares.

Novidade


Além de ser mais um endereço para facilitar o descarte de volumosos, o Ecoponto da Gruta é o primeiro do Brasil totalmente sustentável. Ele possui triciclos elétricos para os transportadores de resíduos do Ecoleta, lançado esta semana.

O programa é voltado para trabalhadores que eram carroceiros, mas vão ingressar no mercado formal de trabalho com o incentivo da Prefeitura e vão também promover a sustentabilidade e proteção aos animais, deixando de usar cavalos para transporte de carga.

Além disso, o Ecoponto tem reuso da água da chuva para higiene e irrigação do ambiente, e energia solar. Os materiais descartados no local serão separados e reutilizados, como é o caso do resíduo da construção civil, que será triturado e vai se tornar matéria-prima para obras da Prefeitura de Maceió.

Os restos de poda de árvores serão triturados e vão ser utilizados como adubo orgânico para novos plantios e a preservação do viveiro de mudas da capital. O material reciclável que chegar ao equipamento será destinado às cooperativas contratadas pelo Município.


Secom Maceió

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.