OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 26 de janeiro de 2021

Notícias

12/01/2021 às 16:13

Dezembro: Aeroporto tem mais de 90% do fluxo contabilizado no mesmo mês em 2019

Sedetur é a principal responsável pela recuperação da malha aérea pós-quarentena Sedetur é a principal responsável pela recuperação da malha aérea pós-quarentena

Thiago Tarelli

Mais de 180 mil pessoas passaram pelo Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, localizado na região metropolitana de Maceió, no mês de dezembro do ano passado. O número representa mais de 90% do volume registrado no mesmo mês de 2019, quando pouco mais de 190 mil visitantes embarcaram e desembarcaram no principal aeroporto de Alagoas. Os dados publicados pela AENA Brasil, administradora do equipamento, superam as metas estabelecidas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) de Alagoas.

À frente do trabalho de atração de novos voos e de recuperação da malha aérea que atende ao estado, fragilizada por conta da pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, conta que havia estabelecido como meta para o mês de dezembro, um volume de passageiros de até 80% do que foi registrado em 2019.

“Nós tínhamos uma meta e conseguimos, com o apoio do governador Renan Filho, superá-la com esse representativo volume de 180 mil passageiros em dezembro no Zumbi dos Palmares, que é cerca de 93% do contingente do mesmo período do ano passado. Este é um resultado direto da recuperação gradual da nossa malha aérea, onde concedendo benefícios fiscais, conquistamos mais voos para o estado e saímos na frente dos concorrentes no mercado nacional”, disse Brito.

“Tivemos também um forte trabalho de promoção do turismo, implantando protocolos sanitários seguros e rigorosos que nos renderam o selo Safe Travels de segurança sanitária para o setor. Dessa forma, seguiremos retomando o turismo com responsabilidade, gerando emprego e renda para os alagoanos”, pontuou o secretário.

Malha aérea

A malha aérea alagoana cresceu gradualmente após a queda sofrida devido à pandemia do novo coronavírus. Em dezembro, o estado contava com 19 voos diários, em média, recuperando cerca de 75% do seu contingente aéreo pré-pandemia, quando a frequência destas operações era de 26 em média. Além da malha aérea regular, o estado contou com voos extras e fretados para os principais emissores de turistas no mercado nacional. Até março deste ano, Alagoas recebe 120 operações de fretamento de grandes operadoras como CVC, Azul Viagens e FRT Operadora. 


Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.