OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 03 de agosto de 2021

Notícias

11/05/2021 às 20:42

Novo decreto amplia funcionamento de restaurantes, bares e shoppings centers; cinemas, teatros e museus liberados

Horário de restrição de circulação foi ampliado para as 22h - Márcio Ferreira Horário de restrição de circulação foi ampliado para as 22h - Márcio Ferreira

A renovação do Decreto Emergencial anunciada, na noite desta terça-feira (11), pelo governador Renan Filho, alterou o horário de funcionamento de bares, restaurantes, shoppings centers e lojas em galerias para as 21h – inclusive durante os fins de semana – já a partir da 0h desta quarta-feira (12). Outra novidade é a volta do funcionamento de cinemas, teatros, circos, museus e parques temáticos com 30% de ocupação, mas apenas a partir da próxima sexta-feira (14), e a ampliação do horário de circulação de pessoas das 21h para as 22h.

As novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus têm validade pelos próximos 15 dias – até lá Alagoas segue na Fase Vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado – e foram estabelecidas após avaliação dos principais indicadores relativos à pandemia, como a redução na taxa de ocupação de leitos e a tendência de queda no número de óbitos por Covid-19.

“O Estado segue na Fase Vermelha, sobretudo porque ainda temos, mesmo em queda, um número de mortes semanal alto, mas com algumas flexibilizações e com a possibilidade de seguirmos avançando de fase mais adiante”, explicou o governador Renan Filho.

Com as mudanças, o estado restabelece o funcionamento do setor produtivo próximo à totalidade. “Os outros segmentos estão todos funcionando com público diminuído, mas com a possibilidade de, se continuar o ritmo de redução de morte, a gente seguir flexibilizando a economia, desde que as condições sanitárias permitam”, considerou o gestor.

Eventos e educação

Durante a coletiva, ao ser questionado sobre a possibilidade de avanços para o segmento de eventos, o governador lembrou que o setor é o que mais vai de encontro às necessidades sanitárias. “Aglomerar pessoas ainda não é possível, nem familiarmente é recomendável. Os médicos e técnicos da área de saúde pública não recomendam que o cidadão se aglomere em sua própria casa trazendo entes que residem em outros lugares”, justificou Renan Filho.

Bom senso tem sido palavra-chave nas decisões tomadas pelo governador, que procura articular duas questões principais: garantir o funcionamento da economia e, ao mesmo tempo, assegurar o arrefecimento da doença no estado. “Como os eventos são eventuais – como o próprio nome diz –, eles sofrem uma influência menor do que outros segmentos que precisam funcionar, senão não abrirão mais. A gente tem um olhar diferente para segmentos diferentes do setor produtivo. Mas em breve chegará a retomada para eventos”, acrescentou o chefe do Executivo estadual.

Sobre a volta das aulas presenciais na rede pública de ensino, o governador anunciou que, nos próximos dias, será lançado “um amplo plano da retomada das aulas e de fortalecimento da educação do Estado de Alagoas” e que as escolas só irão retornar com a vacinação dos profissionais da educação. “Não adianta imaginar que vamos retomar aulas sem vacinar os profissionais de educação. Os profissionais vão voltar de maneira insegura e isso vai fazer com que as aulas não rendam”, alertou.

A vacinação dos profissionais da educação já foi autorizada. Alguns municípios já começaram a vacinar, enquanto outros elaboram o calendário de imunização. “A gente espera que isso ocorra o quanto antes – nas nossas previsões entre os meses de maio e junho –, para a partir daí retomarmos as aulas com segurança para os profissionais e com um protocolo rígido para que os alunos não contaminem e levem o vírus para a sua família”, finalizou Renan Filho.




Fonte: Agência Alagoas

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.