OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de setembro de 2021

Notícias

13/09/2021 às 20:27

Mais de 10 mil vagas de capacitação profissional serão destinadas a alagoanas

Anúncio foi feito pela secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto, durante agendas em Maceió (AL) Anúncio foi feito pela secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto, durante agendas em Maceió (AL)

As mulheres de Alagoas terão acesso a 10,2 mil vagas de capacitação profissional nos próximos dias. O anúncio foi da secretária nacional de políticas para as mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Cristiane Britto, durante evento em Maceió (AL), na sexta-feira (10). No total, as ações contam com investimentos de R$ 2,3 milhões, destinados pelo ministério.

“Além das 10 mil vagas promovidas pelo Qualifica Mulher, do MMFDH, temos as outras 276 que integram o projeto lançado nesta sexta-feira, no Centro de Convivência da Mulher da capital alagoana. Para esta segunda iniciativa, já estão garantidos R$ 200 mil provenientes de emenda parlamentar da deputada federal Tereza Nelma (PSDB/AL) e destinados pelo MMFDH, em parceria com a Associação Pestalozzi de Maceió”, detalha a secretária.

Sobre as políticas públicas implementadas pelo Governo Federal, a gestora conta que a aplicação dos recursos já está mudando realidades pelo país. "Em pouco menos de um ano, investimos R$ 36 milhões em iniciativas que possam de fato ampliar as possibilidades para as mulheres. Até o momento, Alagoas já tem R$ 1,4 milhão deste recurso garantido. Temos ainda pouco mais de R$ 900 mil em ações focadas no enfrentamento à violência no estado. Ao todo são R$ 2,3 milhões de reais em investimento direto", detalha Britto.

No âmbito do Qualifica Mulher, a secretária explica que as capacitações abrangem as áreas de empreendedorismo, educação financeira, marketing digital, artesanato, costura e beleza, para todo o estado de Alagoas. O público-alvo das atividades é composto por mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Confira a página do Qualifica

Capacitação

Já no Centro de Convivência, os cursos serão de corte e costura, doceira e salgadeira, fabricação de tortas decoradas, fabricação de folhados e croissants, fabricação de panetones e chocotones, computação básica e oficinas de palestras temáticas acerca da violência doméstica e familiar.

A iniciativa tem a proposta de beneficiar as mulheres de 36 localidades da região. Entre elas, Centro, Pontal da Barra, Trapiche da Barra, Prado, Ponta Grossa, Levada, Vergel do Lago, Farol, Pitanguinha, Pinheiro, Gruta de Lourdes, Canaã, Santo Amaro, Jardim Petrópolis, Ouro Preto, Bebedouro, Chã de Bebedouro, Chã de Jaqueira, Petrópolis, Santa Amélia, Fernão Velho, Rio Novo, Bom Parto, Mutange, Jacintinho, Feitosa, Barro Duro, Serraria, São Jorge, Benedito Bentes, Antares, Santos Dumont, Clima Bom, Cidade Universitária, Santa Lúcia e Tabuleiro do Martins.

“Esses cursos vieram para nos empoderar ainda mais. Que todas possam aproveitar da melhor forma possível o que foi pensado em todas nós”, afirma a diretora da Associação Pestalozzi de Maceió, Suely Porto.

Agendas

Na quinta-feira (9), a secretária Cristiane Britto visitou a ONG Manda Ver e a comunidade de marisqueiras no Vergel do Lago, com o intuito de promover políticas públicas para o segmento. Na data, a gestora também visitou a Casa da Mulher Alagoana e realizou reuniões com a Rede de Atendimento às Mulheres. Durante os encontros, foram discutidas questões relacionadas às Casas Abrigos, Patrulha Maria da Penha e ações com foco na autonomia econômica das mulheres que estão em situação de violência.

No dia seguinte, a secretária apresentou o projeto Qualifica Mulher no contexto das mulheres rurais, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Britto esteve também no lançamento de projeto de formação profissional no Centro de Convivência da Mulher, na Associação Pestalozzi de Maceió.

Saiba mais

Mulheres rurais

Durante os encontros na sexta-feira (10), a secretária citou que as tratativas com a Embrapa têm o intuito de investir em resgate cultural e qualificação na área de bolos, pois Alagoas possui uma riqueza gastronômica importante. Segundo a gestora, a parceria tem ainda a proposta de viabilizar mais de 30 cursos focados na mulher do campo. "A nossa expectativa é que a visita ao estado estimule as autoridades locais a investirem na pauta das mulheres e a aplicarem as políticas que temos desenvolvido", enfatiza.

Sobre as ações implementadas com a Conab, a secretária cita que os órgãos também estão empenhados em proporcionar mudanças para as mulheres rurais. “A parceria com a Conab irá beneficiar as alagoanas, considerando que a agricultura familiar representa 84% da mão de obra ocupada no meio rural no estado. Esse trabalho conjunto une dois projetos estratégicos da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) – o Qualifica Mulher e o Maria da Penha vai à Roça, que é uma derivação do Salve Uma Mulher. Ambos os projetos têm como foco a educação”, completa a secretária.

Acesse os projetos

Para dúvidas e mais informações:

[email protected]

Ascom MMFDH


Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.