OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 08 de dezembro de 2021

Notícias

25/10/2021 às 11:51

Planejamento Tributário é primordial para o sucesso dos empreendimentos

Fabiano Azevedo destaca que ferramenta inteligente ajuda a reduzir custos e aumentar a lucratividade Fabiano Azevedo destaca que ferramenta inteligente ajuda a reduzir custos e aumentar a lucratividade

Elzir Souza 

Com os diferentes tipos de regime tributário disponíveis e uma legislação complexa, empreendedores precisam cada vez mais da orientação dos profissionais contábeis consultivos para traçar estratégias econômicas legais para os seus negócios. Por este motivo, contar com o Planejamento Tributário é essencial para a saúde das pequenas, médias e grandes empresas. Criar duas ou mais opções de organizações legais é importante para comparar e escolher aquela que gera menor custo tributário.

“O Planejamento Tributário é uma ferramenta inteligente que busca estudar detalhadamente as empresas a fim de adotar mecanismos legais na intenção de reduzir a carga tributária que incide sobre as suas operações. Pode ser considerado também um produto que busca alternativas para diminuir, adiar ou até mesmo anular a incidência de impostos sobre as operações comerciais”, esclarece o contador consultivo Fabiano Azevedo.

As empresas que não priorizam um planejamento tributário perdem os benefícios e incentivos estratégicos que estão disponíveis na legislação, e que possibilitam prosperidade para o ambiente de negócios.

Muitas vezes o planejamento não é percebido com a importância que deveria, afinal, muitos não sabem dos inúmeros benefícios dessa ferramenta. Além dos regimes tributários, ele está ligado a estratégias de gestão nas empresas que, além da economia tributária, podem gerar um considerável ganho de performance por conta das ações criadas para redução da carga e aumento da lucratividade, evitando a aplicação de sanções pesadas, redução dos custos, recolhimento devido dos impostos, melhoria dos resultados, entre outros.

Segundo Fabiano Azevedo, são vários os aspectos estratégicos a serem analisados. Um deles é entender que a logística de compras e a localização do fornecedor pode fazer muita diferença no custo da mercadoria, tendo em vista as diferentes taxas estaduais de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o custo de transporte.

“Tanto as grandes fábricas e indústrias, quanto as pequenas e médias empresas, independente do tempo de atividade no mercado, precisam da ajuda de um especialista tributário para revisar e identificar se tudo que foi planejado e está de fato sendo executado. Além disso, conforme a legislação vai sendo alterada, é importante existir habitualidade no estudo para que a empresa não deixe de usufruir dos benefícios.

Fases do Planejamento Tributário

Para criar um eficiente planejamento tributário, Fabiano Azevedo desenvolveu em um de seus artigos, cinco fases para organização e execução dessa ferramenta: Anamnese, Investigação, Planejamento, Execução e Resultados, definindo início e fim de cada etapa.

A Fase de Anamnese é a que o profissional especializado mapeia o cliente quando busca entender a história da empresa e onde ela quer chegar. Realizando questionamentos sobre as funções desenvolvidas internamente, atividades principais e secundárias em termo de faturamento, dados sobre as despesas necessárias para a operacionalização dessas atividades e margem de lucro que se alcança sobre o faturamento, são algumas das informações colhidas.

Na Investigação, é onde o especialista inicia os estudos baseando-se na legislação em vigor e como a empresa vinha cumprindo suas conformidades. Inicialmente se faz uma revisão sobre as leis que vêm sendo aplicadas na empresa, analisando também os resultados e os indicadores de performance.

A terceira etapa é o Planejamento, ele acontece após o especialista ter identificado e coletado dados nas fases de Anamnese e Investigação. É nesta fase que o planejamento tributário vai tomando forma, pois é o momento da construção, das simulações de uma nova realidade operacional e tributária.

Na fase Execução, o especialista inicia ao lado do empreendedor e seu time de colaboradores tudo que foi definido na fase de planejamento. Nesse momento, o que foi identificado como erro durante a investigação e vinha sendo praticado será substituído por uma nova estratégia baseada sempre em normas técnicas legais.

Por fim, os Resultados, que acontecem quando a empresa inicia o momento de colheita dos frutos plantados na fase de execução. É o momento de desfrutar dos impactos positivos que o planejamento tributário resultou e identificar o melhor aproveitamento deles.



Fonte: - Algo Mais Consultoria e Assessoria

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.