OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de maio de 2024

Notícias

23/11/2022 às 17:04

Educar é Massa premia alunos medalhistas das Olimpíadas de Língua Portuguesa e de Astronomia e Astronáutica

Alunos são premiados por vencer olimpíadas do conhecimento. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed Alunos são premiados por vencer olimpíadas do conhecimento. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

Os vencedores da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) da rede pública de ensino de Maceió foram premiados no palco do Educar é Massa, no histórico bairro de Jaraguá, nesta quarta-feira (23). Também foram homenageados os alunos da Escola Municipal Pompeu Sarmento, do Barro Duro, que conquistaram uma medalha de ouro e cinco de pratas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) deste ano.

A premiação da OLP contou com a presença do secretário de Educação de Maceió, José Neto, da secretária-adjunta, professora Emília Caldas, da diretora de gestão educacional, Tânia Almeida, e da coordenadora de Ensino Fundamental, Juliane Medeiros.

Com o tema “Maceió: um olhar para a cultura local", o projeto teve o objetivo de incentivar a leitura e a escrita dos estudantes e homenageou o escritor alagoano Lêdo Ivo.

A comissão julgadora da olimpíada selecionou os três melhores textos de toda a rede das seguintes categorias: poema, memórias literárias e crônicas. Os vencedores foram além das palavras, transformaram suas histórias, vivências e experiências em versos e linhas.

Como é o caso da ganhadora da categoria poema que escreveu o lindo texto “Meu querido bairro Pinheiro”. Elizama Roberta, de 10 anos, do 5º ano da Escola Municipal Dom Antônio, do Tabuleiro do Martins, revelou qual foi a inspiração para o poema que conquistou o primeiro lugar.

“Eu não escrevi só por escrever. É a história que eu vivi, é a minha vida. Eu sempre gostei de escrever, mas nunca tinha escrito algo que gostasse ou que tivesse tido tanta inspiração”, contou a aluna.

Em segundo lugar ficou o poema “Sonhos levados pela água”, de Mickael Valério, da Escola Municipal Paulo Bandeira, do Benedito Bentes. Em terceiro ficou o poema “Uma vela no horizonte” de Isack dos Santos da Escola Natalina Costa, do Tabuleiros do Martins.

Já o texto “Centro Pesqueiro” de Mayra Vitória, 13 anos, da Escola Municipal Antídio Vieira, do Trapiche da Barra, foi a grande vencedora da categoria memórias literárias.

”Eu não esperava ganhar, mas é um sentimento inexplicável de saber que com meu esforço cheguei até aqui e que os estudos são a porta para o nosso futuro”, destacou a aluna. 

O segundo lugar foi para Andryelle Arsênio da Escola Hévia Valéria, do Village II, e o terceiro lugar ficou com Guilherme de Oliveira da Escola Jaime de Altavilla, da Santa Lúcia.

Na categoria crônica, a ganhadora foi a aluna Ana Paula da Silva, 16 anos, da Escola José Haroldo da Costa, do Tabuleiro do Martins. Ela conta que esta foi a primeira vez que escreveu esse gênero textual e fala da inspiração para o texto, que foi na rotina dela. 

“Eu não esperava ganhar, porque escrevi mais no objetivo de me divertir. Ao escrever a crônica, eu pensei nos adolescentes, que são irmãos mais velhos e que tem que cuidar dos mais novos e da casa enquanto os pais trabalham, e como isso pode ser difícil, mas também uma experiência muito boa”, revelou. 

Em segundo lugar ficou Maxsuel da Silva, da Escola Antídio Vieira, e em terceiro a Sandryelly Rayssa da Escola Zumbi dos Palmares, do Clima Bom.

A secretária-adjunta pontuou a alegria de participar do evento, ao premiar os alunos. “Fiz questão de visitar todos os estandes para ouvir e ver os textos que vocês fizeram. Fiquei muito emocionada com os trabalhos. Vocês estão de parabéns, independente da colocação. Todo mundo aqui é vencedor por escrever e se inspirar nessa cidade que é massa”, afirmou Emília Caldas.

 Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) 

O momento também foi marcado pela homenagem às medalhistas da OBA da Escola Municpal Pompeu Sarmento, que mais uma vez colocou a educação pública de Maceió em destaque nacional. Subiram ao palco do Educar é Massa algumas das alunas medalhistas para receberem as homenagens.

A escola garantiu cinco pratas e um ouro na OBA. A aluna Jôse Suely aproveitou a ocasião para agradecer ao grande mentor e professor de matemática, Geraldo Ferreira, pelo incentivo e apoio.

“Foi uma oportunidade incrível e só tenho a agradecer ao professor Geraldo, que não pôde estar presente, mas que me ajudou muito e me incentivou”, reconheceu.

A vice-diretora da escola, Roberta Viana, também agradeceu ao corpo docente por sempre estar correndo atrás de novas iniciativas.

“Os nossos professores estão sempre procurando inovar, trazer coisas diferentes para motivar ainda mais o ensino, através de metodologias em que o aluno se engaje mais. Sejam pesquisas ou tecnologias, que são coisas que eles gostam”, frisou.

Educar é Massa

O evento é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com a Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), que reuniu ao longo de dois dias, as práticas exitosas desenvolvidas nas escolas municipais, além de ofertar oficinas inclusivas, palestras, apresentações culturais, feira literária, entre outros.

As atividades e apresentações culturais ocorrem simultaneamente em três polos, sendo eles: Praça Dois Leões, Armazém Uzina, Praça da Liberdade (ao lado do Museu da Imagem e do Som).



Ascom Semed

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.