OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de fevereiro de 2024

Notícias

06/02/2023 às 13:23

Estudantes de escolas municipais são incentivados a participar de olimpíadas do conhecimento

Alunos da Escola Municipal Pompeu Sarmento são destaque na conquista de medalhas Alunos da Escola Municipal Pompeu Sarmento são destaque na conquista de medalhas

Jamerson Soares (estagiário)

A participação em olimpíadas do conhecimento tem estimulado a aprendizagem de diversos estudantes da rede de ensino público de Maceió, despertando em suas vivências o interesse em disciplinas como a Matemática e a Astronomia, que envolve a Física, além de ganhar experiência em suas respectivas áreas e também reconhecimento ao conquistarem medalhas e premiações. 

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) investiu na criação de duas olimpíadas, a 1ª Olimpíada de Matemática de Maceió, que teve o seu lançamento em outubro de 2021, e a 1ª Olimpíada Municipal de Língua Portuguesa (OLP), realizada em 2022. 

Outras três olimpíadas, que são nacionais, também foram implementadas na rede: a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), cuja Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) é um de seus eventos de premiação, e a Olimpíada Canguru de Matemática.

A Escola Municipal Pompeu Sarmento (Barro Duro) é referência no número de medalhas conquistadas e pela maior participação de alunos. Para o professor de Matemática da unidade escolar, Geraldo Ferreira, a participação das olimpíadas incentiva a autonomia dos alunos, que são motivados para a prática de pesquisa, como também abre um leque de oportunidades.

“Algumas olimpíadas oferecem bolsas para os alunos medalhistas. Todas as vantagens, a gente divulga na escola, aí mostra o interesse do aluno em aprender, além da motivação dos professores, coordenação e direção”, contou o professor.

O quadro de medalhas adquiridas pelos alunos da Pompeu Sarmento é significante. São 31 da Mostra Brasileira de Foguetes, 14 da Olimpíada Canguru de Matemática, além das 11 que foram conquistadas em 2021, e em 2019, cinco. Em 2021, a escola também conquistou 18 na OBA, em 2020, foram mais18 medalhas.

“O que mais me motiva em continuar com o trabalho de olimpíadas é exatamente o apoio da escola, e também de ver o aluno pedindo para participar. Eles se esforçam para que aconteça. É muito gratificante”, revelou o professor Geraldo Ferreira.

As alunas da Pompeu Sarmento, Anna Carolyna, Maria França Braga, Maria Clara e Giovanna Souza Brito, todas com 14 anos, participaram de todas as olimpíadas criadas pela Semed.

“Fico muito feliz pelo simples fato de ter um leque de possibilidades para me nortear enquanto estudante e futura profissional. É uma sensação incrível passar, ser classificado, reconhecido, ganhar medalha. Só tenho a agradecer”, revelou Anna Carolyna, que também revelou que no futuro quer ser juíza.

Maria Clara disse que um dos eventos preferidos dela é a Mostra Brasileira de Foguetes e que participar de várias outras olimpíadas foi uma das melhores experiências. “Essas olimpíadas me trazem uma chance da qual eu posso focar, e além de participar, não só pra ganhar uma medalha e um certificado, mas também para ganhar uma bolsa de estudo”, ressaltou. Clara pretende trabalhar como aeromoça.

Para Giovanna Souza, do 8º ano, participar dessas olimpíadas proporcionou momentos de diversão e autonomia. Ela revelou também que a ajudou a amadurecer pessoalmente.

“Aprendi que se eu me esforçar, eu posso chegar a um lugar alto, se eu me esforçar eu posso ter um futuro brilhante. Amadureci também porque as responsabilidades e as olimpíadas de certa forma me fizeram ter mais compromisso com as coisas”, frisou a estudante.


Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.