OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 08 de dezembro de 2021

Colunistas

Myla Fernandes Myla Fernandes
É jornalista por formação, assessora de comunicação que cobre entretenimento no estado de Alagoas
22/11/2021 às 23:11

Preparações para festas de Réveillon seguem em meio à pandemia

Divulgação Divulgação

Em 2020, as festas de réveillon viraram foco de preocupação de autoridades e profissionais de saúde por representarem um grande risco de contágio do coronavírus, responsável pela pandemia que tomou o mundo. A maioria das grandes comemorações foi cancelada. Um ano depois, o grande desafio é transformar formatos já tradicionais para tentar encontrar a melhor forma de receber o novo ano.

Layla Ferro, idealizadora do Réveillon NemVem, conta que tem sido um desafio imenso conciliar a experiência dos participantes em um evento que, naturalmente, envolve aglomerações com os protocolos de segurança e higiene necessários ao combate à disseminação da Covid-19: “Ao mesmo tempo, é um alívio vivenciar, na prática, esta realização. A retomada das atividades nos deixa felizes e esperançosos”.

A venda de ingressos para festas e atrações no Réveillon deste ano já supera os números registrados antes da pandemia, segundo a Sympla, plataforma de vendas de bilhetes para eventos. A empresa atribui a retomada ao avanço da vacinação e à demanda reprimida no setor de eventos, um dos mais atingidos pela crise do coronavírus.

O planejamento do NemVem 2022 - que chega à sua oitava edição neste ano – se deu com muito estudo e muita pesquisa do que estava acontecendo fora do país e em outros estados do Brasil que vivenciaram, antes de Alagoas, essa retomada das atividades do setor de entretenimento. Com essas referências em vista, foi possível estabelecer e definir um protocolo específico da celebração, indo além do que está sendo preconizado e exigido pelo Governo e pelos órgãos sanitários.

Em meio às incertezas, os produtores têm procurado dialogar com o próprio público para definir os melhores caminhos ao elaborar suas idealizações. “Consultamos a nossa base de clientes através de enquetes no Instagram. Com as respostas, foi possível traçar uma proposta que dialogasse com o que o público esperava de nós enquanto produção,” explica Layla Ferro.

Dessa maneira, o NemVem foi o primeiro Réveillon em Alagoas a anunciar o acesso restrito e exclusivo para pessoas com o esquema vacinal contra a Covid-19 completo, antes mesmo da questão figurar no Decreto estadual vigente. Além disso, outras medidas foram anunciadas, como a limitação de público, a exigência do uso de máscaras em áreas comuns bem como a escolha de um espaço amplo com ventilação natural para a realização do evento (o Loteamento Pratagy, na Praia de Riacho Doce).

Também como parte desse conjunto de medidas sanitárias para prevenir a transmissão do coronavírus, as vendas de ingresso serão exclusivamente digitais. "É uma forma de reduzir deslocamentos desnecessários e exposição ao vírus em pontos de vendas, bem como oferecer um controle maior quanto aos ciclos vacinais [que deverão ser apresentados na entrada], uma vez que os ingressos digitais são pessoais e nominais", esclarece Layla.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.