OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de julho de 2019

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 24 anos escreve sobre a política alagoana.
07/07/2019 às 18:08

Assembleia Legislativa deve ganhar novos deputados em 2020

Randerson Pessoa, Célia Rocha e Chico Filho podem ganhar espaço na ALE em 2021 Randerson Pessoa, Célia Rocha e Chico Filho podem ganhar espaço na ALE em 2021

No próximo ano, a depender do resultado das eleições municipais, a Assembleia Legislativa de Alagoas poderá contar com caras novas. Pelo menos três deputados de mandato deverão disputar as eleições e seus suplentes poderão compor um novo quadro nos últimos dois anos de legislatura. Arapiraca poderá ser o município mais beneficiado com a “dança das cadeiras”, podendo ganhar até dois representantes no Legislativo estadual.

Pra entender a matemática eleitoral: Ângela Garrote, que atualmente ocupa o cargo de deputada, deverá disputar a Prefeitura de Palmeira dos Índios contra o atual prefeito Júlio César, que não vem agradando a população em meio a uma gestão com muitas ações nas redes sociais e quase nada na prática. Nas eleições de 2018, Ângela Garrote foi a deputada estadual com a melhor votação na Terra de Xucurus, onde obteve 9.104 votos.

Sua candidatura em Palmeira deverá contar com importantes apoios, entre eles o do governador Renan Filho (MDB), do deputado federal Arthur Lira (PP) e, tudo indica, que também do ex-prefeito James Ribeiro, que poderá indicar sua esposa, Mosabele, para compor a chapa de Garrote na condição de vice.

Caso Ângela Garrote seja eleita em Palmeira dos Índios, sua vaga na Assembleia passaria para o primeiro-suplente Edval Gaia que, segundo uma fonte segura, não deverá assumir a cadeira. Gaia está com articulações bem adiantadas para se candidatar a prefeito de Igaci, onde deverá receber o apoio da própria Ângela Garrote e do atual prefeito, Doutor Oliveiro.

Quem assumiria

Nesse caso, a cadeira de Ângela Garrote (caso seja eleita) seria herdada pelo segundo suplente Randerson Pessoa, filho do deputado federal Severino Pessoa. Nas eleições de 2018, o jovem arapiraquense foi uma surpresa, obtendo 20.791 votos, ultrapassando o coeficiente de muitos políticos experientes, a exemplo de Thaise Guedes, Judson Cabral, Cícero Almeida, João Caldas, além da conterrânea Célia Rocha, que já foi deputada federal e prefeita por três vezes.

E por falar em Célia Rocha. Caso sejam concretizadas as vitórias de Ângela Garrote e Edval Gaia em Palmeira e Igaci, Célia Rocha seria a primeira na fila de espera, ficando na primeira suplência de deputada estadual. 

Para assumir uma cadeira, Célia deverá torcer pela vitória de outro deputado da coligação, que também deverá disputar as eleições municipais no próximo ano. Um deles é Davi Davino, que vem subindo gradativamente nas pesquisas para a disputa da Prefeitura de Maceió. Caso seu nome seja confirmado, Davino contará com fortes apoios, inclusive do atual prefeito Rui Palmeira, da Câmara de Vereadores e da própria Assembleia Legislativa.

Além de Davino, outra aposta de Célia Rocha é o deputado Tarcizo Freire, que poderá ser a grande surpresa nas eleições municipais de Arapiraca. Nos bastidores políticos circula a informação que Tarcizo poderá ser o candidato do atual prefeito, o tucano Rogério Teófilo, que vem enfrentando uma forte rejeição popular em meio a uma gestão marcada por denúncias de corrupção, obras paralisadas e inércia nos serviços básicos. E caso isso ocorra, Tarcizo terá como certo o apoio irrestrito do deputado federal Arthur Lira.

Caso Davino e Freire sejam eleitos nas duas cidades, Célia assumiria e ainda puxaria o quarto suplente da coligação, nesse caso Chico Filho, do PP.

Arapiraca

Em Arapiraca, segundo maior colégio eleitoral de Alagoas, não será nenhuma surpresa ver a família Pessoa e Célia Rocha no mesmo palanque de Tarcizo, que ainda teria como certo o apoio do deputado federal Arthur Lira.

Na capital, tanto o deputado Severino Pessoa como Célia Rocha também estariam apoiando a candidatura de Davi Davino, com o reforço da família Hollanda. 

E assim segue o xadrez político, com a estratégia que jogando em equipe todos se fortalecem. As articulações estão avançando e a dança das cadeiras vai começar. É esperar para ver!

Comentários

crea-06e07
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.