OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de janeiro de 2020

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 24 anos escreve sobre a política alagoana.
05/11/2019 às 15:46

Célia Rocha e seus fiéis escudeiros em Arapiraca

Célia com os vereadores Léo Saturnino e Fábio Henrique Célia com os vereadores Léo Saturnino e Fábio Henrique

Muito se fala sobre a participação ou não da ex-prefeita Célia Rocha (PTC) nas eleições municipais do próximo ano em Arapiraca. 

Se por um lado existem os que acreditam em sua aposentadoria da vida pública, por outro existe um grupo que segue firme, incentivando sua participação no processo, entre eles os vereadores Léo Saturnino e Fábio Henrique, além do senador Fernando Collor de Melo.

Léo e Fábio são considerados mais que apoiadores políticos, mas amigos pessoais de Célia. Por outro lado está o senador Fernando Collor, que também guarda um carinho especial por Célia, que já foi vereadora, prefeita de Arapiraca por três oportunidades e deputada federal.

Nem mesmo o fraco desempenho alcançado na última eleição, quando disputou uma cadeira na Assembleia Legislativa,  a tornam uma carta fora do baralho. Dona de um forte carisma entre os arapiraquenses, Célia Rocha ainda é um dos nomes fortes na política agrestina e caso decida continuar na vida pública terá papel decisivo nas eleições do ano que vem.

De acordo com informações divulgadas recentemente na mídia, Célia teria sido convidada pelo atual prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para assumir a secretaria de Saúde, mas não aceitou. Os motivos? O prefeito tucano conduz uma administração desastrosa e assim que assumiu o cargo abriu uma auditoria contra a ex-prefeita. Como se não bastassem três anos de gestão, Teófilo continua "olhando pelo retrovisor",  culpando Célia por todos os erros e problemas da atual administração.

A ex-prefeita também recebeu o convite do deputado federal Severino Pessoa (Republicanos) para formar, na condição de vice, uma chapa com Fabiana Pessoa, que deverá ter seu nome lançado como candidata majoritária nas próximas eleições. Mas, no estilo mineirinho, Célia preferiu cautela e chegou a falar em aposentadoria.

Mas, como na política tudo tem seu momento, a participação da ex-prefeita no processo não está descartada. 

Muitos que garantem ir para a guerra desistem e acabam ficando pelo meio do caminho, enquanto outros que estão quietinhos aparecem no último minuto.

E se ela [Célia] topar ir para a guerra, certamente terá o apoio do trio de fiéis escudeiros: Léo, Fábio e Collor.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.