OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 30 de setembro de 2020

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 24 anos escreve sobre a política alagoana.
13/09/2020 às 14:19

Convenções de Coruripe e Jequiá ampliam ainda mais o racha entre os Beltrão

Lily Curvello, esposa de Marcelo Beltrão, é a candidata a vice na chapa de Felipe Jatobá Lily Curvello, esposa de Marcelo Beltrão, é a candidata a vice na chapa de Felipe Jatobá

A arte de fazer política é realmente difícil. Ao mesmo tempo em que ela aproxima pessoas de pensamentos políticos diferentes, também serve para afastar outras, até mesmo familiares. Em Alagoas, um exemplo dessa situação acontece em Pilar onde o atual prefeito Renato Filho [candidato à reeleição] e seu tio, o ex-deputado federal e ex-prefeito Carlos Alberto Canuto, nunca se entenderam politicamente e por algumas eleições se enfrentaram nas urnas.

Agora o caso mais recente envolve a família Beltrão. Dividida desde a eleição de 2018 quando a família teve dois candidatos a deputado estadual – Marcelo Beltrão e Yvan Beltrão -, ambos eleitos que um racha teve início no seio familiar. Sequelas daquela eleição desembocam na eleição municipal deste ano. E a morte do ex-deputado João Beltrão, em 2019, ao que parece era o que faltava para que o ‘racha’ fosse ampliado entre o grupo político dos Beltrão.

O maior exemplo desse ‘racha’ é a disputa eleitoral em dois municípios: Jequiá da Praia e Coruripe. No primeiro, a atual prefeita Jeannyne Beltrão, candidata à reeleição, vai enfrentar Felipe Jatobá (PP), filho da ex-prefeita Rosinha Jatobá. O fato interessante é que agora Felipe tem o apoio do deputado estadual Marcelo Beltrão (PP), que foi adversário de Rosinha na eleição para prefeito de 2012, quando o hoje deputado foi reeleito prefeito de Jequiá. A esposa de Marcelo, Lily Curvello é candidata a vice-prefeita na chapa de Felipe.

Marcelo Beltrão é candidato a prefeito em Coruripe

O próprio Marcelo Beltrão é candidato a prefeito de Coruripe e vai enfrentar o primo, Maykon Beltrão (MDB) nas urnas em novembro. A fala do prefeito de Penedo, Marcius Beltrão nas convenções de Coruripe e Jequiá da Praia, confirmam o afastamento de parte da família do grupo liderado pelo deputado federal Marx Beltrão. “Coruripe a partir de 2021 será emancipada!! O povo vai proclamar a liberdade tão esperada desta cidade querida. Coruripe em boas mãos com Marcelo Beltrão”, disse Marcius.

Em Jequiá, ele disse: “Jequiá da Praia precisa ser resgatada. A cidade precisa voltar a sorrir!! O povo precisa voltar a confiar no seu gestor. Esse é o momento certo para isso acontecer. Chega de perseguição!! Basta!! O povo necessita de respeito e liberdade”. O que se comenta é que todo esse ‘racha’ tem a ver com a disputa eleitoral de 2022 e que Marcius Beltrão tem o desejo de disputar um mandato de deputado federal, cargo hoje exercido pelo primo Marx.

Se a briga política iniciada agora em 2020 tem alguma ligação com a eleição de 2022, é esperar o tempo para que venha se comprovar. Mas, o que é certo é que a família Beltrão dificilmente voltará a se unir politicamente depois dessa racha agora em 2020. É esperar!!!

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.