OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 03 de março de 2024

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
27/09/2017 às 06:42

Ronaldo Lessa é menos um. Fica só a dúvida: Cinderela ou rolete chupado?

Ronaldo, Ronaldo... cuidado quando o trem passar! Ronaldo, Ronaldo... cuidado quando o trem passar!

Lembra do que aconteceu com Cícero Almeida, o fenômeno da TV, que passou de pop star a bicho de pé?

Agora, preste a atenção em Ronaldo Lessa. A fênix que voltou das cinzas pode passar de Cinderela a rolete chupado, depois da meia noite de 7 de outubro de 2018.

Aliás, ele e Cícero poderão sucumbir juntos. Ou - porque na política tudo é possível - caírem nos braços do povo (outra vez) – o que duvido.

Decisões políticas são a senha da vitória e o atestado para a derrota.

- Cícero está no 10º partido desde que assumiu a Prefeitura de Maceió. Saiu pela porta dos fundos em todos eles, mesmo quando não teve culpa no cartório. A resposta virá em 7 de outubro, quando o menino maluquinho tentará retornar à Assembleia Legislativa. Pode aguardar.

- Ronaldo, o vitorioso das eleições improváveis, deixou o PSB brigado com Eduardo Campos e seguiu carreira solo para o PDT. Recentemente foi advertido pelo presidenciável Ciro Gomes que não deveria se aliar ao PMDB local por conta do palanque em 2018. O impulsivo Ronaldo engoliu a corda do irmão Otávio e contrariou o comando nacional.  

A moral da história para o líder da bancada federal é que ele corre, a partir de agora, contra o tempo. Ronaldo é daqueles políticos que só transfere o próprio voto e de meia dúzia de “amigos” (COM UMA ASPA BEM GRANDE). O de Otávio já estava decidido. Então, por este ponto de vista REAL, se Ronaldo perder o PDT, por motivos óbvios, correrá o risco de virar um grande rolete chupado.

Menos um ele já é
Com a ida para o bloco do PMDB, Ronaldo está fora da disputa pelo Senado, que ele dizia nos quatro cantos ser seu desejo. Ponto para Renan, que continua jogando o jogo dos mestres.

Só lembrando:
- Quando Ronaldo deixou o bloco liderado pelo PMDB, justificou que não havia sido contemplado com o acordado.
- Às vésperas de deixar o bloco liderado por Rui Palmeira, Ronaldo disse que estava tudo bem.   
  
É sempre bom lembrar: na política é um dia no poder e outro dia sem ter o que comer (caviar etc e tal).  

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.