OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 24 de abril de 2024

Colunistas | Arquivo: Fevereiro / 2024

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
26/02/2024 às 10:06

Ainda bem que, diferente da polarização Lula/Bolsonaro no Brasil, Alagoas não depende de Arthur Lira e Renan Calheiros. Outros tempos

Está equivocado quem pensa, defende e até espalha que as eleições municipais deste ano, em Alagoas, serão comandadas e decidas pelo que articulam Arthur Lira e Renan Calheiros. Está correto afirmar que os dois bicudos estão preparando seus exércitos para a batalha do dia 6 de outubro.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
22/02/2024 às 21:18

Eu avisei, Renan (TBT)

A CPI da Braskem, no Senado, nasceu torta. E como você sabe, pau que nasce torto nunca se endireita. A instalação foi uma vitória de Renan, mas ele perdeu o controle da razão e o uso indiscriminado do seu capital de relacionamento, em Brasília, certamente custará caro para a guerra eleitoral de 2026.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
20/02/2024 às 06:52

Um vencedor não pode se tornar um perdedor por opção

Quem serão os fenômenos eleitorais nas eleições em Alagoas?

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
19/02/2024 às 07:32

O veredicto do juiz, no caso Murici

Ele tem 78 anos de idade e uma conduta profissional exemplar, como advogado e juiz de Direito. Uma decisão sua terá o poder de mudar os destinos de um lugar e "libertar" seus mais de 28 mil habitantes de um regime que sobrevive ao mesmo sistema desde 1º de janeiro de 1997. O juiz é Diógenes Tenório de Albuquerque e o caso diz respeito à sucessão eleitoral em Murici.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
15/02/2024 às 06:55

Paulo consegue R$ 700 milhões de precatórios do Fundef para profissionais da Educação

O governador Paulo Dantas apresenta nesta quinta, na Assembleia Legislativa, o Plano de Governo para 2024. Faz parte do protocolo. Um dos assuntos será a vitória do Estado, após o firmamento do acordo com o Governo Federal sobre os precatórios do extinto Fundef. Alagoas receberá R$ 1,1 bilhão, em três parcelas, sendo a primeira depositada até o final do ano, outra em 2025 e a última em 2026 - corrigidas monetariamente. Já está definido pelo governador que 60% dos recursos serão destinados aos profissionais da Educação. 40% serão para ações consideradas como de manutenção e desenvolvimento do ensino fundamental público e na valorização do magistério.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.