OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
07/03/2024 às 07:12

O silêncio diz muito e a janela partidária vai revelar “segredos”

De hoje até 5 de abril vereadores com mandato podem mudar de partido sem que haja punição. Daí você pode questionar: “oxi! desde quando vereador tem importância numa eleição majoritária?” resposta: tem até demais.

Da Pindoba, que tem menos de 3 mil habitantes, à capital das Alagoas, vereador em ano de eleição é como ouro no garimpo: todos querem.

Vereadores são parte do trunfo de qualquer candidatura viável. Quem faz mais frentes ganha vantagem. Por isso, a velha prática dos chapões para puxar votos à candidatura majoritária está em desuso. Assim como os poca-urnas não têm mais valor. Quem não se atentar para esse detalhe certamente terá baixa na tropa e nas urnas.

No caso da capital, a alternância de vagas na Câmara tem mostrado que mais vale a estratégia da vitória do que acompanhar os cabeças de chapa. Ou seja: é cada um por si.

E onde estão os segredos neste contexto? Vereador da base que muda de lado também vende informações preciosas. O mesmo acontece com os da oposição, que passam para a situação. A soma de pequenos detalhes (segredos) é um combustível altamente perigoso quando a batalha começa.

Por enquanto há muito silêncio, quase nenhuma ofensiva e a conquista de territórios será balizada (pode anotar) pelos segredos revelados.

Se você duvida é porque não compreende o jogo “bruto da nossa política”.  

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.