OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
31/10/2017 às 08:30

Rafael começa por Rio Largo e Murici, tour com a taça de Campeão

O presidente do CSA está disposto a enfrentar as urnas, em 2018. Claro que o acesso, com direito ao título da Série C, foi a cereja para o bolo eleitoral.

Seguindo na onda do azulão, Rafael Tenório começa na quarta-feira, 1, por Rio Largo, uma tour pelos municípios alagoanos. Em princípio estão confirmadas 10 cidades.  No domingo será a vez de Murici. A assessoria azulina deve confirma, ainda hoje, as outras localidades e as respectivas datas.

Em todas as cidades haverá carreata e um trio-elétrico puxado por Rafael, que usará o microfone em todas as localidades.

Rafael e política
Há alguns dias chamei o presidente azulino de pipoqueiro nas urnas. Não foi uma ofensa e, sim, uma alusão a um termo comum no futebol. Muita gente sabe que Rafael já ensaiou candidatura outras três vezes e, em todas elas, ficou na vontade. Por isso, o termo pipoqueiro.

Desta vez parece ser diferente. Rafael está filiado ao PODEMOS, comandado em Alagoas pelo advogado – e azulinoOmar Coelho. Os dois venceram uma batalha de gigantes, contra os deputados Cicero Almeida e Antonio Albuquerque, que chegaram a anunciar o controle do partido no Estado.

Me disse uma fonte que, desta vez não terá volta. “Pode apostar que ele (Rafael) será candidato”, foi a frase da fonte, muito ligada ao presidente azulino.

Opinião
A entrada de Rafael na vida pública pode ser uma conquista para o esporte alagoano. Com Marcos Barbosa no comando, o CRB se livrou das dívidas, de centenas de ações trabalhistas, ganhou um centro de treinamento moderno e virou o bicho papão do futebol estadual.

Com Rafael, empresário de sucesso, o pensamento pode ser ampliado para o esporte, não apenas o CSA.

Pela grandeza da torcida azulina e a motivação da rivalidade, não tenho dúvida que o duelo de Rafael x Marcos Barbosa seria para conhecer o campeão estadual de votos, nas eleições de 2018.

Se Rafael baixar a bola e trabalhar pelas beiradas, a eleição de estadual será uma goleada, com direito ao acesso de Rafael e permanência de Marcos Barbosa.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.