OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 05 de março de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
27/03/2018 às 08:32

Toda decisão política tem um antecedente; geralmente vingativo

Se Rui Palmeira mudou de ideia e jogou titica no ventilador;
se Maurício Quintella mudou o voto de Biu de Lira para Renan Calheiros;
se Renan Filho mudou o voto de Marx para Mauricio;
e se Renan mudou toda sua estratégia para fechar o caixão da oposição, antes mesmo da convenção... foi simplesmente porque cada decisão tem um antecedente.

Opinião, gosto e ponto de vista são únicos, iguais a fotografia.

Do Estado que temos direito ao que nos oferecem há um quebra-cabeça que impossibilita formar a frase: sociedade consciente e independente.

As decisões mais recentes da turma política de Alagoas serão capazes, apenas, de confirmar a mesma premissa: fortalecê-los politicamente para mais quatro e oito anos de mandato e colocar novo hiato na carreira do adversário. Essa tem sido a corriqueira decisão da maioria dos políticos que temos.

Para 2018
Se é o que temos, que façamos a escolha menos arrsicada, porque esta geração, pelo que está posto, não conseguirá juntar os melhores frutos, germinados com requintes de vingança.

O botão da mudança continua conosco

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.