OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de maio de 2022

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
27/08/2016 às 07:53

Uma vergonha! Secretaria da Saúde tira geláguas para cortar gastos

Circular da Sesau; sem comentários Circular da Sesau; sem comentários

A Circular Interna, número 15/2016, datada de 16 de agosto de 2016, é um claro exemplo de má gestão na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Na verdade é um absurdo que deve ser revisto, urgentemente, pela secretária Rosângela Wyszomirska.

Sob o argumento de contenção de despesas, o documento interno se refere a redução de custos diminuindo o número de geláguas. Um verdadeiro absurdo. Tratar o consumo de água mineral como como um gasto é um crime moral e uma agressão à saúde dos servidores e visitantes da Sesau.

Acredito que seja necessária e providencial uma política de contenção de gastos no serviço público, mas se há algo que o corpo humano necessita é de água. Nem na cabeça de um jerico é aceitável imaginar que alguém tome água MINERAL demais por simples prazer de CONSUMIR demais.

Os gastos com energia elétrica, papel, copos descartáveis, combustível, diárias e outro serviços, sim, merecem ser revistos, mas o combustível do corpo humano é a água. E logo numa secretaria de Saúde. É lamentável.

Ferida aberta
Junto com a informação da circular recebi outras (aí sim, preocupantes)  que por dever da profissão devo apurar. A circular foi um mal (exemplo) que pode mostrar feridas alarmantes na administração financeira da Sesau.


Jpeg
Geláguas já encostados e encaminhados rumo ao depósito (cortesia) 

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2022 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.