OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de setembro de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
09/09/2016 às 08:40

JHC vira ameaça real na eleição à Prefeitura de Maceió

JHC pode ser sim uma ameaça real para os candidatos favoritos JHC pode ser sim uma ameaça real para os candidatos favoritos

“Nunca subestime um candidato bom de voto”. A frase é de um amigo, cientista político por natureza, com a experiência de mais de 30 anos de política.

A frase foi uma resposta de uma indagação que fiz após às duas pesquisas divulgadas pelo Instituto Paraná, encomendadas pelo Pajuçara Sistema de Comunicação (PSCOM).

Antes do anúncio havia uma rede de boatos sobre o posicionamento de Rui Palmeira (PSDB) e Cícero Almeida (PMDB). Os perus de campanha alardeavam a dianteira de seus candidatos, o que acabou em empate técnico.

Por outro lado, nos senadinhos, ouvia-se sempre comentar sobre a possibilidade real de JHC (PSB) entrar na disputa. Com tempo reduzido, na comparação com Rui e Cícero, e com o baixo clero da política a seu lado, poucos acreditavam no desempenho de JHC. Contra ele, apenas o currículo conturbado do pai, João Caldas – sem comentários.

Após a primeira divulgação duas premissas ficaram evidentes: primeiro, que não havia dianteira alguma, nem para Rui nem para Cícero. A segunda, que JHC pode, sim, ser uma ameaça real.

Pois bem, as duas pesquisas seguintes, do Ibope e do próprio Instituto Paraná, vão indicar os primeiros pula-pula da barca furada na eleição de Maceió. Não se engane se a partir daí a nau comece a ficar à deriva.

Nesses 10 dias que teremos pela frente muita gente será traída. Faz parte do jogo. JHC entrou para atirar, é fato, e os alvos ficaram próximos de mais.  


Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.