OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 01 de março de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
25/01/2021 às 08:42

O preço já é realidade, mas a missão deve ser a busca por veículos novos e a eficácia no transporte público da capital

Maceió, a partir de hoje, tema tarifa de ônibus mais barata entre as capitais brasileiras. Foi um dos inúmeros compromissos de campanha do prefeito JHC, materializado ainda no primeiro mês de sua administração.

As boas notícias nesta conquista, pelo menos por enquanto, é que o usuário pagará menos pela viagem e que 10 linhas serão criadas. É bom? sim! Resolve a situação no caótico sistema do transporte público na capital? Nem de longe

É aí onde entra a missão do prefeito e sua equipe técnica. Os ônibus continuam bem usados, sem ar condicionado, a maioria sem estrutura para atender deficientes. Acrescentando aí que muitas rotas não aceitam dinheiro, somente o Cartão Bem Legal.

Até 1 de janeiro a culpa pelo péssimo serviço, veículos antigos circulando e número insuficiente para atender a demanda era da gestão anterior. 

Portanto, passagem mais barata do Brasil e ampliação de veículos circulando deve ser aplaudido pelos usuários, mas a missão para o bem comum, de todos, são outros 500. 

Fica uma dica: Fala do planejamento para o transporte público e o plano de ação para a mobilidade na capital. Começou bem, neste item, mas o desafio é bem mais complexo. E, neste caso, se o usuário for depender apenas dos ônibus, a missão não será concluída. 

Sou da turma do quanto melhor, MELHOR

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.