OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 14 de maio de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
23/02/2021 às 07:10

Quem vai casar com Luciano Barbosa?

Arapiraca terá plano de segurança pública Arapiraca terá plano de segurança pública

É preciso atualizar a história recente da capital do agreste alagoano, com o antes e o depois de Luciano Barbosa prefeito. Do apogeu do ASA - multicampeão estadual no início da década - à transformação socioeconômica do município, o Ministro da Integração Nacional no governo de FHC foi o que de melhor aconteceu para suceder os primordiais 8 anos de Célia Rocha (1997 -2004). Aliás, a transformação de Arapiraca tem o DNA de Célia.  

Depois de Luciano prefeito vieram Célia (2013 a 2016) e o saudoso Rogério Teófilo (2017 a 7 de agosto de 2020). Dois filhos ilustres que não conseguiram confirmar seus ideais. Célia sucumbiu com erros e traições e Teófilo faleceu faltando três meses para as eleições que ele certamente não disputaria, tamanho o desgaste de sua administração.

Ou seja: de 1997 a 2024 ou a 2028 – serão 27 ou 31 anos com Arapiraca aos cuidados de uma médica, um professor e um engenheiro. Deles, o quesito simpatia vai para Teófilo, o de popularidade para Célia e o de gestor para o Luciano que precisa, com os conhecimentos da engenharia, fazer Arapiraca voltar aos trilhos do desenvolvimento.

Pelos primeiros 45 dias de administração, a reconciliação com os Renans foi o passo acertado para que a austeridade anunciada seja devidamente efetivada. Para que Arapiraca volte a crescer é preciso garantir a governabilidade, devolver a autoestima ao povo e oferecer segurança para que as ações tenham resultado.

A governabilidade está assegurada. Agora, Arapiraca terá o plano de segurança pública, que será de responsabilidade do Cel. Ênio Bolivar, uma das referências da nossa briosa PM e treinado pela SWAT.  

Dizem que Luciano é chato. Mas unanimidade mesmo é ser gestor testado. Se é para o bem do povo que o escolheu, de maneira heroica (isso mesmo), que ele trabalhe para ter a simpatia de Teófilo e a popularidade de Célia. Se não conseguir, que seja eficaz, afinal, ele foi eleito para ser prefeito, não para casar (mais uma vez) com uma bela arapiraquense.  

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.