OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 05 de março de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
31/01/2017 às 20:21

Líder que não conhece sua tropa está fadado à derrota

Há muita diferença nas seguintes semelhanças: 

Saber

Conhecer 

Reconhecer

Os exemplos de vida nos mostram que há uma infinidade de caminhos a serem seguidos. Um líder precisa saber o que fazer, conhecer bem seu objetivo e reconhecer que suas fraquezas são uma arma apontada pra si - a todo instante.

Lendo Sun Tzu, (A Arte da Guerra) fui buscar algumas definições sobre os dias vindouros para o emergente Estado de Alagoas.

Não há como negar que há uma batalha silenciosa em curso. Do lado A, um grupo cutuca Rui Palmeira para enfrentar Renan Filho, na disputa pelo Governo de Alagoas. Do lado B, o governador já percebeu que o adversário não está só. Talvez por isso, todos os dias tem levado seu exército aos vários campos, onde haverá batalha. 

Para o posicionamento de Rui, Sun Tzu talvez diria:  

O preço a ser pago por Rui é abdicar de sua missão enquanto prefeito e construir sua própria história. Alguém pode mostrar a Rui outra célebre frase de Sun Tzu.

Saber esperar é lutar no tempo certo. Afinal, diz um dito popular: "O apressado come cru" - autor desconhecido. Rui poderia estar pensando em Sun Tzu...

O prefeito de Maceió, que declarou guerra ao projeto de Renan Filho, ao ponto de faltar a eleição da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e trabalhar, com o aliado tucano Rogério Teófilo, a desfiliação em massa do grupo A, da AMA, deve saber que Sun Tzu também pensou num argumento para este tipo de momento:  

Ao governador, o sábio general chinês também tem muitas lições.

Alagoas, caros leitores (as), vive um grande momento de controle e ajuste fiscal. Governador e Prefeito da capital, por hora adversários no campo das particularidades, precisam continuar em palanques opostos. É uma concorrência justa, para o bem do povo. Se vão se enfrentar é outra história.

Para os soldados dos lados A e B peço licença ao mestre Sun Tzu para dizer: vocês assanham, mas têm medo da derrota. Muitos não sobreviverão.

Aos generais...

saibam que perder e vencer são as opções de quem entra numa guerra;

conheçam cada campo de batalha

e o mais importante: reconheçam que quem alimenta o inimigo já começará derrotado.

"Saber ouvir é uma virtude que poucos têm".

"Os tolos nunca aceitarão serem repreendidos".
  
"Alimentar a tropa adversária é suicídio"

MORAL DA HISTÓRIA: Saber ouvir é o segredo

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.