OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 03 de março de 2024

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
26/05/2022 às 07:26

Arthur não pode mais fugir do ringue com Renan. Existe um preço para segurar as rédeas do poder

Antes da leitura sugiro que esqueça a paixão ou repulsa por Renan e Arthur. Analise comigo.

Eles são vitoriosos nas urnas, têm liderança em seus partidos, comandam grupos políticos no Estado que representam e em Brasília, tomam café, almoçam, jantam e se encontram com a turma do STF quando precisam. Os caras de Alagoas, na política, são Phoda, Seu Fócrates.

Vamos surrealizar que Renan Calheiros e Arthur Lira, mesmo com as divergências políticas, figurassem na mídia disputando quem produz mais resultado POSITIVO por Alagoas. Ah, Alagoas, dos meus sonhos!!!! Aliás, é um devaneio imaginar que meia dúzia de políticos tenham as pessoas, as famílias, seus municípios, seu Estado, como prioridade. Mas eles (salve raras exceções) só pensam naquilo. O que será?

Aquilo para Renan é uma coisa; aquilo para Arthur Lira é outra coisa. E porque eles se atacam tanto, deixando Alagoas em outro plano? Porque é assim que é, em regra, fruto da parceria incestuosa, de décadas, com o judiciário.

Bem... ficaríamos por aqui por um longo tempo analisando a relação conflituosa dos dois homens que lembram, diariamente, que Alagoas não tem só praias bonitas e que o povo é trabalhador e ordeiro (sic).

O duelo (será uma melhor de 3) de Renan x Arthur e Arthur x Renan vai, definitivamente, mostrar quem é quem na política de Alagoas. Renan venceu o primeiro jogo numa virada espetacular no STF, garantindo a eleição indireta para governador. O talento e a experiência com o poder falaram muito mais alto.  

O segundo confronto já está em andamento e terminará com as convenções partidárias. Agora será a vez de Arthur se reinventar. Terá que mostrar que aprendeu alguma coisa como líder no poder. Se insistir no mesmo tipo de jogo, com o mesmo elenco, tomará 2 a 0.

Arthur tem um problema: não pode mais fugir do ringue com Renan. Ele deve saber que existe um preço para segurar as rédeas do poder.

Renan sabe que ainda não venceu. Mas também compreende que não pode apenas esperar e administrar o combate.

Para que esse ringue chegue ao round final com chance de vitória para ambos será preciso mudar o comando na trincheira de frente do time que por ora está perdendo a batalha.

Ou muda o protagonista ou será aniquilado. 

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.