OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
31/07/2017 às 07:47

Números expressivos confirmam o empenho de Marx pelo turismo de Alagoas

SIM! Mauricio e Marx trabalham por Alagoas SIM! Mauricio e Marx trabalham por Alagoas

Os alagoanos não podem reclamar da atuação dos ministros Marx Beltrão e Maurício Quintella. Sendo assim, fica para os bairristas do Sul e Sudeste a missão de provocar e insinuar futricas. Sim! Nas duas regiões mais ricas do país também há jornalismo de faz de conta. Por aqui é epidêmico.

Não precisa fechar os olhos para reconhecer que Alagoas vive seu melhor momento - em gestão, planejamento e execução. O Estado também está longe de escândalos, honrando compromissos com servidores e fornecedores, tocando obras sociais e estruturantes. 

Agora, dois ministros que se esforçam para alavancar ainda mais o “mágico” momento são cutucados por “priorizar” seu Estado. Ainda bem que os cabeçudos estão engolindo corda para denunciar que Marx e Maurício estão do lado de Alagoas. Estranho e covarde seria se esquecessem de nós. Que não esqueçamos disso.

Na última semana a Folha de São Paulo publicou reportagem e chamou de prioridade do Ministério do Turismo a liberação de R$ 11,3 milhões para Alagoas - Estado campeão em repasses voluntários - num montante de R$ 84 milhões para o Brasil. E reclamou que desses milhões a cidade de São Paulo (SP) ficou com apenas R$ 973 mil para a reforma do Complexo Anhembi.

A justificativa da reportagem é que parte dos milhões para Alagoas foi para municípios administrados pela família de Marx Beltrão, que não é sobrinho de Rosiana, prefeita de Feliz Deserto, como diz reportagem.

Marx e Maurício, este no ministério dos Transportes, Portos e Aviação, surpreenderam a todos nós. E que bom que está sendo assim. Não se intimide em afirmar que também se surpreenderam com o desempenho de Renan Filho, no Governo do Estado.

O momento é excelente e não podemos fechar os olhos e esquecer do que estamos vivendo. Estou do lado dos que fazem, porque Alagoas já não aguentava mais.

Não estou afirmando que estamos no Estado das maravilhas. Ainda há muito trecho a correr. Há lugares sem energia, sem postos de saúde, sem escola. Como há municípios sem promotores, juízes e defensores públicos. APENAS CITANDO ALGUNS EXEMPLOS.

Que tenhamos uma ótima semana.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.