OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 28 de novembro de 2020

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
23/10/2020 às 21:34

Onda Davi mostra que o locutor é melhor que o marqueteiro

A emoção do espetacular Carlos Rudney abriu os olhos e chamou a atenção nas ruas para a presença de Davi Davino Filho. O deputado sem expressão na Assembleia Legislativa e tamanho nanico para ser competitivo na eleição majoritária pegou a onda da emoção e surfa com perspectiva real para chegar ao segundo turno. Quem diria? Eu não. Agora não sei.

Por outro lado, Alfredo Gaspar de Mendonça perdeu o viés do novo para o discurso de pulso firme. O culpado tem nome: o marqueteiro Adriano Gehres, crucificado por 99% dos que participam da campanha que ele comanda. Gehres, dizem os mais próximos, errou na proposta e não aceita opiniões divergentes. Se Alfredo estacionou, alguém precisa pagar o preço. Gehres já foi eleito o patinho feio da campanha. 

Ibope

Quem pode comemorar? JHC e Alfredo Gaspar estacionaram na liderança, mas com baixa nos números. Cícero caiu ainda mais e apenas Davi disparou, de 5% para 14%, em 14 dias. 

Dois detalhes explicam o teto dos dois primeiros colocados. JHC demorou para sair às ruas e, sejamos honestos, sua campanha na propaganda eleitoral também patina. Alfredo teve a estratégia alterada. A turma caseira, que o posicionou até a dianteira, foi escanteada. Outro claro equívoco foi optar pelas peças enlatadas em detrimento do contato com o povo. Vale ressaltar que Davi e Alfredo eram os mais desconhecidos até o início da propaganda eleitoral. O marqueteiro Fabiano Ribeiro, acertadamente, colocou seu candidato aos cuidados do locutor Carlos Rudney e a onda pegou. Gehres decidiu pela proposta de Alfredo entre as paredes do estúdio. Simples assim, mas difícil de entender. 

O segundo turno segue indefinido, mas a prancha de Davi surfa muito melhor pelos córregos da periferia, com expectadores na orla da indecisa capital.

Uma dúvida

Por que Alfredo Gaspar lidera na espontânea, tem a maior perspectiva de vitória e caiu 2% na pergunta induzida? Tamanho e estrutura ele tem. Então... 

Números do Ibope

O instituto ouviu 504 eleitores entre os dias 21 a 22 de outubro. A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número AL 00075/2020, tem o nível de confiança estimado em 95%.

Alfredo Gaspar 24%. Tinha 26% em 9 de outubro

JHC 24%. Caiu 1% 

Davi Filho 15%. Tinha 5% em 9 de outubro

Cícero Almeida 6%. Caiu 4%.

Valéria 3%. Caiu 1%

Josan Leite e Ricardo Barbosa permanecem com 2%.

Lenilda Luna, Cícero FilhoCorintho Campelo têm 1%. 

Brancos e nulos eram 14%, agora são 10%.

Não sabem ou não responderam eram 8%, agora são 11%.

Comentários

TCE-extra
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.