OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 05 de março de 2021

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
22/02/2021 às 19:42

Renan Filho passa o rolo compressor no PSD e MDB agora tem 44 prefeitos

Governador, com Hugo Wanderley, presidente da AMA, apresentou os novos filiados ao MDB pelo Instagram Governador, com Hugo Wanderley, presidente da AMA, apresentou os novos filiados ao MDB pelo Instagram

Eu disse aqui que o canhão de Renan Filho está com munição de alta letalidade e com mira para atingir o PSB, PSD, Republicanos, DEM, PP, PTB e qualquer alvo que tenha potencial.

Hoje mais três prefeitos disseram SIM para casar com o MDB. O detalhe é que o bombardeio da vez foi contra o PSD, que perdeu Jorge Galvão (Jundiá) e Leopoldina Amorim (Maribondo). Já havia perdido Will Valença (Tanque D’Arca). Também ontem Valmiro Gomes (Poço das Trincheiras) deixou o PSDB. Nos ataques recentes tirou Júlio Cezar (Palmeira dos Índios) do PSB e Jayme do Mercado (Palestina) do Republicanos.  

Com relação ao ataque ao PSD, conversei com Marx Beltrão, presidente estadual do partido, coordenador da bancada federal e aliado de primeira hora de Renan Filho. “O governador conversou comigo, dizendo que está ampliando as bases do MDB e que faria convites aos prefeitos dos outros partidos. Eu disse que comigo não tem problema, porque quem vota em mim são os prefeitos, não os partidos. Todos deixam o PSD pela porta da frente e seguem votando comigo”, disse Marx.

Quanto a sair do PSD, o líder da bancada federal foi enfático. “Possibilidade 0. Tenho compromisso com o presidente nacional do partido e sigo trabalhando para que tenhamos, em 2022, um ou mais deputados federais eleitos pelo PSD”. DO PSD raiz (eleita em 2020) restou apenas Eronita Lima, de Porto Calvo. 

O MDB elegeu 38 prefeitos em 2020 e agora tem 44. Para quem conhece o perfil do atirador Renan Filho sabe que outras baixas (pelo menos nas siglas) virão. Quem será o próximo alvo?

Um argumento: Se a caneta do governador é pesada, seja Bic ou Montblanc, imagine com a tinta que Renan Filho tem para gastar pelos próximos meses.

O argumento de Marx pode facilitar a vida política de muita gente. 

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.