OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 08 de dezembro de 2021

Colunistas

Roberto Boroni Roberto Boroni
Jornalista de formação e que tem a crônica esportiva no coração. Ex-assessor de comunicação do CRB, Vivi de perto a Série B para saber que ela pode ser tudo, menos fácil!
23/10/2021 às 09:14

Uma notícia que deve mudar os rumos do futebol de seleções na América do Sul

Foto: REUTERS/Marcos Brindicci Foto: REUTERS/Marcos Brindicci

Vem circulando com muita força, nas últimas horas, que o calendário de futebol das seleções nacionais pode mudar, consideravelmente, e tornar todas Datas Fifa em jogos muito mais interessantes. A partir de 2023, começaríamos a ver a disputa de uma Liga das Nações Mundial, onde os países sendo separados por divisões e brigando por este título a cada dois anos.

Aqui no Brasil, essa notícia já vem sendo trabalhada como algo possível em alguns portais, como o UOL. Ontem, na ESPN Latina, em um dos seus programais de maior audiência, o Jorge Ramos e Su Banda, o jornalista Hernan Pereyra trouxe a informação de que a criação da Liga deixará de ser apenas uma possibilidade e deve fazer pare do novo calendário de futebol das seleções nacionais.

A criação desta nova competição tem a UEFA como grande mentora, já que os países europeus são contrários à ideia de uma Copa do Mundo a cada dois anos, como queria a FIFA. O campeonato teria o molde que a Europa já adota em sua Liga das Nações, recentemente vencida pela França, e abriria a possibilidade de confronto entre europeus e sul-americanos novamente em Datas FIFA.

A quantidade de seleções e fórmula de disputa serão temas que já devem ser tratados a partir da próxima semana. Segundo Hernan Pereyra, a Liga terá acesso e descenso e será disputada a cada dois anos. O que deixaria o calendário do futebol de seleções na América do Sul com a seguinte sequência: Copa do Mundo (2022), Liga das Nações (2023), Copa América (2024), Liga das Nações (2025) e Copa do Mundo (2026).

Isto se confirmando, pode ser uma ótima notícia para nós na América do Sul, já que poderemos enfrentar os europeus em mais ocasiões e, com isso, poder elevar o nível das partidas da nossa Seleção entre uma Copa do Mundo e outra.

Já existia um barulho que Brasil e Argentina seriam convidados da UEFA para a disputa da Liga das Nações da Europa em 2023. A criação da Liga Mundial, faria com que a FIFA ficasse satisfeita com uma competição a nível mundial a cada dois anos e, também, agrada os europeus que não querem uma Copa do Mundo sem ser de quatro em quatro anos.

Já estou de dedos cruzados para esta notícia ser confirmada. Jogos amistosos de seleções ser transformaram em algo muito chato e pouco atrativo. Sem jogar um grande futebol, o Brasil lidera sem esforços nossas eliminatórias e não enfrentar países europeus ficamos muito sem medida das nossas reais possibilidades para o Catar 2022.

Ao invés de um chato Brasil e Peru, valendo nada, poderíamos ter um grupo com Brasil, Espanha, México e Croácia (isso me baseando no atual modelo de disputa da Liga Europeia, que são dezesseis seleções divididas em grupos de 4). Jogos de Ida e volta e com partidas valendo pontos, não apenas um jogo caça níquel qualquer. 

Que isso vire logo uma verdade!

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.