OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 08 de dezembro de 2021

Colunistas

Roberto Boroni Roberto Boroni
Jornalista de formação e que tem a crônica esportiva no coração. Ex-assessor de comunicação do CRB, Vivi de perto a Série B para saber que ela pode ser tudo, menos fácil!
08/11/2021 às 11:20

CSA joga mais bola. CRB tem a melhor tabela. Se eu pudesse escolher, ia querer a primeira opção

Foto: Francisco Cedrim/Ascom CRB Foto: Francisco Cedrim/Ascom CRB

Faltando agora apenas quatro rodadas para a final da Série B, CSA e CRB estão vivos na luta por uma das quatro vagas para a Série A. Enquanto o Azulão vem jogando, neste momento, o melhor futebol da competição, ao lado do Botafogo, o Galo vem sofrendo na parte ofensiva, mas tem um tabela que permite sonhar com o acesso, mas que exige uma melhora significativa na performance do seu ataque.

Se eu tive tivesse que escolher entre estar jogando melhor ou ter uma tabela mais acessível, sem dúvidas eu preferira a primeira opção. O CSA atingiu um nível de confiança com uma baita de sequencia de vitórias, interrompida no jogo contra o Operário, mas rapidamente recuperada com a grande vitória sobre o Vasco em São Januário.

Vem vencendo e convencendo. Tem uma tabela com dois jogos em casa bem acessíveis (Confiança e Brasil de Pelotas) e duas pedreiras fora (Avaí e Coritiba). Me atrevo a dizer que, se vencer o Avaí, o CSA colocou uma mão na vaga, não só porque terá tudo para no mínimo chegar a 63 pontos e com muitas vitórias para usar no confronto direto como critério desempate.

Sei que todos no CSA estão encarando esse jogo contra o Avaí como uma final de campeonato e tudo pode acontecer na Ressacada. Será um jogão, tenso e com duas equipes que possuem muito poder de fogo. Repito, vitória do CSA é mão na vaga e não existe outra palavra que seja melhor do impressionante para explicar essa reta final de Série B, que o CSA está fazendo.

Já o Galo segue empacado nos mesmos erros, detectados por nós já faz algum tempo. Modelo de jogo e suas variações estão mapeados e elenco não oferece muitas opções para mudar radicalmente o estilo de jogo.

O que o CRB tem a seu favor, é uma tabela menos complicada, onde vai encarar (Londrina e Vitória em casa) e Brusque e Operário (fora de casa). Equipes que lutam para não cair e, mesmo não sendo jogos fáceis, o Galo é favorito e tem boas chances de emplacar uma boa sequencia de pontos nesta reta decisiva.

O ataque precisa produzir, não tem outra saída. Não dá para Marthã ser o vice artilheiro da equipe na competição, isso mostra mais os defeitos do time do que suas qualidades. O time titular do CRB pode jogar mais do que vem jogando e uma vitória contra o Londrina pode ser o resgate do nível de futebol que o CRB precisa ter, para sonhar com a Série A.

O que não vai faltar para Alagoas é emoção. Acredito que um do dois irá subir para a Série A. ótimo seriam ver os dois lá, mas vai exigir uma grande combinação de resultados. Vaga para um tem e tá acessível.

CSA precisa manter ou aumentar a pegada para ir bem nos jogos fora de casa. O CRB precisa mostrar poder de fogo em casa para recuperar a autoestima e voltar a ser letal nos jogos longe de Maceió.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.