OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 08 de agosto de 2022

Colunistas

Roberto Boroni Roberto Boroni
Jornalista de formação e que tem a crônica esportiva no coração. Ex-assessor de comunicação do CRB, Vivi de perto a Série B para saber que ela pode ser tudo, menos fácil!
07/01/2022 às 08:06

Em 2022, Série B terá uma escalada mais íngreme. Um escorregão e a queda pode ser fatal!

Foto: Francisco Cedrim/Ascom CRB Foto: Francisco Cedrim/Ascom CRB

Pode ser até meio cruel, ainda mais depois dos nossos dois representantes na Série B virem de um ano onde eles quase conseguiram chegar na Série A do Brasileirão. Mas, considero fundamental fazer esse alerta agora, logo no início de 2022, e enfatizar que a nossa realidade ainda é buscar permanecer na Segunda Divisão, ainda mais com a competição ficando, ano após anos, com mais cara de Série A do que nunca. Não se enganem, temos que buscar rápido os famosos 45 pontos e garantir Alagoas na elite do futebol nacional.

A grande verdade é que CSA e CRB são, felizmente ou infelizmente, meio que vítimas do próprio sucesso que alcançaram dentro e fora dos gramados nos últimos anos. Não importa o lado que você esteja em Alagoas, a conversa comum do torcedor é que a obrigação dos clubes é única e exclusivamente uma: subir!

O engraçado é que se você conversa com um torcedor fora do ambiente das mídias sociais, ele sabe que na realidade a obrigação, com O maiúsculo, é de clubes como Vasco, Cruzeiro, Bahia e Grêmio, só para ficar nesses quatro, que comparando com os nossos, possuem um poder de investimento muito maior, mesmo que alguns estejam atolados em dívidas.

A cada ano que passa a Série B cresce de dificuldade, o investimento dos clubes na competição só aumenta e, por isso, que temos visto alguns clubes muito tradicionais nem se aguentarem nela mais, porque não dá para ser um clube da Segunda Divisão sem que você invista alto em sua folha salarial.

Recentemente, em um canal do Youtube, vi todos os gols da Série B 2021 (são mais de duas horas de gols). Respeito a opinião e conceitos de todos quando o assunto é futebol, mas sinceramente não sei como alguém acha a competição fraca e nivelada por baixo. No meu conceito, ela fica melhor a cada ano e mal posso esperar que ela comece novamente.

Vai ser uma Série B complicadíssima, com vários gigantes do nosso futebol puxando as médias salariais cada vez mais para o alto.

E com o detalhe, tenho certeza que CSA e CRB sabem internamente que a luta é no primeiro momento para permanecer. Mas, se eles admitem isso publicamente, o mundo vai cair na cabeça dos dois, porque aí vem uma das muletas prediletas do torcedor brasileiro em geral, que é o famoso “Falta Ambição”.

O torcedor até pode sonhar e desejar algo mais do que a realidade pede, mas quem forma ou busca forma opinião tem quer trabalhar com a realidade. E a nossa é buscar logo os benditos dos 45 pontos.

Não estou dizendo que é impossível conseguir o acesso ou trabalhar bem e chegar a este feito. O CSA já provou isso com um acesso e bateu na trave nos dois últimos anos. O CRB já chegou perto várias vezes e, também, já merecia ter conquistado a Série A em anos passados.

Ver os nossos clubes subindo de divisão é o que todos nós queremos, só que essa escalada vem ficando cada vez mais alta e íngreme. Em 2021, o CSA demorou a disparar e raspou no acesso, o CRB disparou cedo demais, faltou fôlego e, também, raspou no acesso.

Ainda assim, a Série B já nos brindou com uma quantidade infinita de exemplos de clubes que brigaram para o acesso em um ano e caíram para a Série C no outro (Londrina e Vila Nova em 2018-2019, por exemplo). Ou clubes que foram para a Série A e depois saíram enfileirando uma queda após a outra, como o Joinville.

Nossos clubes têm que manter a guarda alta, saber aproveitar o que deu certo ano passado e melhorar e muito o que deu errado. Não se pode escorregar na Série B atual, senão a queda pode ser muita feia. E para levantar e correr atrás de novo, pode ser muito tarde para pegar o pelotão da frente.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2022 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.