OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 23 de junho de 2024

Colunistas

Roberto Boroni Roberto Boroni
Jornalista de formação e que tem a crônica esportiva no coração. Ex-assessor de comunicação do CRB, Vivi de perto a Série B para saber que ela pode ser tudo, menos fácil!
20/07/2023 às 06:35

Começa a maior edição de uma Copa do Mundo Feminina. Título, homenagem a Marta e muito mais nos interessa

Foto: Thaís Magalháes/CBF Foto: Thaís Magalháes/CBF

Começa hoje a Copa do Mundo Feminina e com ela uma grande oportunidade de você, que ainda não gosta de futebol feminino, passar a gostar. Além de torcer para a Seleção Brasileira conquistar o seu primeiro título da categoria, a competição vai mostrar o quanto o futebol feminino evoluiu, técnica e taticamente, o que nos faz imaginar que teremos uma grande quantidade de jogos que valerão bem os 90 minutos que você irá investir do seu tempo em cada jogo.

A Seleção Brasileira, que nos últimos anos é treinada pela técnica américa Pia Soundhagen, nunca chegou em um mundial tão forte taticamente, com nossas meninas sabendo muito bem exercer várias funções e jogar com qualidade em vários sistemas.

É bem verdade, que já tivemos equipes mais talentosas no passado. Me parece ser uma questão mais geracional, pois garanto aos amigos que na base existem talentos espetaculares. Como Giovana Waksman, guardem bem o nome dessa brasileira de 14 anos. É dona de um talento fenomenal.

Bem, se não temos uma seleção muito talentosa, temos uma bem treinada, forte taticamente e que ainda conta o talento da nossa alagoana Marta. Será e sexta Copa do Mundo dela e, provavelmente, a última. Quem sabe o destino não premia o futebol feminino como premiou o masculino com o título do Messi.

Caímos em um grupo com Panamá (equipe que vamos enfrentar na estreia no dia 24 de julho), França e Jamaica. O grande desafio será sem dúvida o jogo com as francesas, que hoje estão um estágio acima do nosso, e hoje são favoritas a ficar em primeiro lugar na chave. Mas, claro que o Brasil pode vencer e aí cumprir o grande objetivo da fase inicial, que é fugir de um possível confronto com a Alemanha nas oitavas de final.

Além de França e Alemanha, também são favoritas as seleções dos Estados Unidos, Inglaterra, Holanda e Austrália.

A Copa do Mundo Feminina promete ter um ambiente fantástico, equipes fortes e um Brasil preparado para jogar contra qualquer seleção. Para mim, ainda falta um bom caminho para o jogo no feminino alcançar a qualidade e, sobretudo, a intensidade que masculino possuem.

O mundo vem buscando aumentar o investimento no futebol. No Brasil, já temos bem mais competições e nada melhor que uma Copa do Mundo para conseguir trazer luz e mídia para a categoria.

Dia 24 começa a competição para o Brasil. Vou torcer muito para nossa Seleção, não apenas por elas, mas pela futuras gerações de meninas que enxergam no futebol uma chance de ter uma vida melhor.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.