OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Colunistas

Roberto Boroni Roberto Boroni
Jornalista de formação e que tem a crônica esportiva no coração. Ex-assessor de comunicação do CRB, Vivi de perto a Série B para saber que ela pode ser tudo, menos fácil!
27/02/2024 às 06:49

CSA está a 90 minutos de brigar pelo título ou entrar em crise. Esse é o poder que uma vitória tem no futebol

Foto: Canínde Oliveira/América-RN Foto: Canínde Oliveira/América-RN

No próximo sábado (2) o CSA vai ter um daqueles jogos que entram na galeria dos que mudaram o destino de uma temporada. Ao entrar em campo no Juca Sampaio para enfrentar o CSE, precisando da vitória para se classificar, o CSA vai decidir em 90 minutos os rumos de uma temporada quase inteira, porque não vencer significar estar eliminando do Alagoano na primeira fase pelo segundo ano consecutivo.

E se vencer? Com tudo dizendo que nada está bem, o CSA tem aquela última flecha para acertar o centro do alvo, tem em suas mãos um jogo que pode mudar o destino a curto prazo. O CRB passou por isso, igualzinho em 2021, precisa vencer o CSE em Palmeira para seguir vivo na competição. Venceu com um gol vindo de uma cobrança de lateral e daí partiu para ser campeão Alagoano. O gol do Yago que mudou os rumos regatianos daquele ano.

Isso que a vitória para dar ao CSA. Não apenas a classificação, mas a chance de entrar na briga pelo título apesar de um ano que nada dá certo. O futebol tem dessas coisas, um jogo muda tudo. CSA recentemente viveu isso, como não lembrar do gol do Boquita sobre o ASA em 2018? Ou até mesmo 2021, quando perdeu nos pênaltis para o CRB e depois daí o CSA entrou em um expiral de insucessos. O destino meio que dá uma chance de viver tudo ao contrário.

Claro que essa parte lúdica que envolve o futebol, só pode ser vivida se o CSA jogar o mínimo de bola. Até o momento, o futebol apresentado não está nem perto de representar o que elenco pode, o grupo tem bons jogadores, mas estão longe de conseguir ser um time nessa temporada.

E para ficar ainda mais interessante, o técnico do CRB em 2021 era Marcelo Cabo, ninguém melhor do que ele sabe o quanto reverter uma situação difícil para algo que pode acabar em título. Na bola, o CSA está muito atras do CRB no momento, mas o que CSA busca agora não é apenas bom futebol (isso é muito importante, sem dúvidas), mas a energia correta para poder viver com o seu torcedor o embate por uma vaga na final. A simbiose time e torcida que está quebrada neste momento.

Vai ter muita coisa jogo em Palmeira dos Índios no próximo sábado. CSA estará andando na linha fina entre cair no abismo da crise, ou classificar na raça e ganhar a chance de mudar o seu destino em mais dois jogos.

A vitória no futebol tem um poder incrível de mudar as coisas e o CSA está a uma vitória de tentar fazer de 2024 um daqueles anos que estava dando tudo errado e, de repente, tudo mudou.

Não tem para onde correr agora, ou é crise ou é semifinal! E só depende do próprio CSA...

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.