OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 26 de janeiro de 2022

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 20 anos escreve sobre a política alagoana.
22/12/2021 às 17:38

JHC acelera o passo na corrida pelo Palácio República dos Palmares

A provável candidatura do prefeito de Maceió, JHC, ao governo do estado vem se fortalecendo após o resultado de cada pesquisa interna realizada pelo seu grupo político, que tem como grande incentivador, o ex-prefeito, ex-deputado e ex-governador Ronaldo Lessa, que atualmente é vice de JHC e, se tudo ocorrer como esperam, poderá voltar a assumir o comando da prefeitura da capital em janeiro de 2023.

De acordo com uma fonte, a empolgação de JHC com a possibilidade de ser candidato ao governo é grande e nesta semana o seu grupo já encomendou uma nova pesquisa, que deverá ser realizada por um instituto da própria capital. Por outro lado também há a possibilidade do senador Rodrigo Cunha lançar seu nome. Apesar de ambos [JHC e Cunha] terem um bom alinhamento político, o prefeito de Maceió já avisou, em conversas de bastidores, que não abre nem para um trem quando o assunto é a disputa pela principal cadeira do Palácio de Vidro.

Há rumores que Rodrigo Cunha fechar a chapa com a deputada estadual Jó Pereira na condição de vice. A presença de Jó num evento realizado por Rodrigo Cunha dá sinais evidentes que a dobradinha já é certa, com prego batido e ponta virada. Um terceiro nome para encabeçar chapa majoritária poderá ser o do também deputado estadual Paulo Dantas, que deverá receber as bênçãos do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Vitor, e do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira.

A incógnita até o momento fica por conta do nome a ser indicado pelo governador Renan Filho, que até o momento não se pronunciou com vistas as eleições do ano que vem. Até mesmo a sua situação política vem sendo mantida em off. Ainda não há informações se ele deixa o governo em março de 2022 para disputar o Senado ou se permanece na cadeira até dezembro, adiando assim seus projetos políticos para 2024 ou 2026.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2022 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.