OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de maio de 2024

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 20 anos escreve sobre a política alagoana.
04/09/2022 às 15:11

Cristiano Matheus alerta MP para suposto crime eleitoral em Marechal

Cristiano Matheus fez a denúncia em vídeo postado no seu Instagram Cristiano Matheus fez a denúncia em vídeo postado no seu Instagram

O ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus fez um alerta através de suas redes ao Ministério Público Estadual (MPE) para a suposta prática de crime eleitoral no municipio, praticado pelo atual prefeito Cláudio Filho, o Cacau. O alerta de Matheus foi feito em um vídeo em que ele mostra uma série de produtos que seriam doados a famílias atingidas pelas chuvas que atingiram o município recentemente. O ex-prefeito acusa Cacau de não ter feito a entrega dos produtos como colchões, geladeiras, fogões, entre outros, mais próximo da eleição para beneficiar seu irmão, o ex-secretário estadual de Saúde, Alexandre Ayres, que é candidato a deputado estadual nas eleições de outubro.

"Depois da tragédia acontecida em Alagoas com as últimas chuvas tenho andado com maior frequência nos bairros mais castigados de Marechal, conversando com as pessoas, ouvindo reclamações e lamentos. É muito triste saber que, enquanto outros municípios já resolveram grande parte dos problemas, famílias Deodorenses ainda esperam pela liberação das ajudas destinados a elas e a prefeitura insiste em castigar seus moradores por pura mesquinharia e insensatez. Saber que os recursos já foram liberados pelo governo e o gestor "usa a estratégia" de segurar os utensílios designados a doação para fins eleitorais é de causar revolta.

Parece que o prefeito @claudiofilhocacau sente prazer em humilhar a população, mas, esquece que a fome e a necessidade tem pressa, todos precisam com urgência da ajuda. Enquanto famílias esperam, o gestor mantém estocado material destinado às vítimas atingidas pelas chuvas. Gostaria de chamar a atenção do @mpealagoas, pois, faltam menos de 50 dias para as eleições e o gestor, ao que parece, está protelando a entrega destes utensílios para usar numa suposta manobra eleitoral, pois, o seu irmão @alexandreayres é candidato a deputado. Como todos sabem, para reuniões de seus candidatos o gestor consegue reunir dezenas e dezenas de pessoas, mas, para entregar os utensílios ao povo parece que falta funcionários, mesmo com o número "absurdo" de pessoas contratadas nos últimos meses", postou Matheus.

Cristiano Matheus fez a denúncia na frente da Escola Governador Luiz Cavalcante e fotografou os produtos que seriam entregues aos deodorenses prejudicados pelas chuvas, acumulados dentro da escola. Ele criticou ainda o fato da fábrica de sopa está fechada no momento em que muitas pessoas passam fome no município, muitos sem ter locais para dormir. "Encontrei pessoas dormindo no chão, pessoas que não têm cama para dormir, estão dormindo no chão e no relento. E o prefeito é claro por ter seu irmão como candidato só vai entregar esse material perto das eleições, atenção Ministério Público", falou.



 

 

Galeria de Fotos

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.