OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de setembro de 2021

Colunistas

Roberto Lopes Roberto Lopes
Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado
25/03/2021 às 08:38

Vereadora protocola projeto que garante absorvente gratuito na rede de saúde de Maceió

Vereadora Olívia Tenório é a autora do projeto de lei Vereadora Olívia Tenório é a autora do projeto de lei

A vereadora e presidente da Comissão Permanente dos Direitos da Mulher, Olivia Tenório (MDB) protocolou, junto a Câmara Municipal de Maceió, um projeto de lei que institui o programa de fornecimento de absorventes higiênicos na Rede Pública de Saúde no município de Maceió.

Essa era uma das suas propostas de campanha, já que a vereadora acompanha de perto a situação de mulheres com alto nível de vulnerabilidade que sequer tem condições de comprar o absorvente higiênico todos os meses.

A parlamentar entende que além do constrangimento de passar por essa situação, a falta de absorventes higiênicos também é uma questão de saúde pública e uma das principais causas de evasão escolar entres jovens no Brasil.

“Imagine a seguinte situação. Você está menstruada e não tem acesso aos seus produtos básicos de higiene menstrual. O que você faria? Agora imagina ter que lidar com essa situação todos os meses? Dessa forma, meninas deixam de frequentar a escola, mulheres precisam lidar com o estigma da menstruação e muitas colocam a saúde em risco ao recorrerem a soluções improvisadas como retalhos de pano, jornais e até mesmo miolo de pão durante o período menstrual.” Ressalta Olivia Tenório que também faz parte da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara.

 Olívia Tenório explica que é importante salientar que os absorventes têm um custo médio de R$ 16,00 o pacote com 20 unidades, muitas vezes não é suficiente para o ciclo no mês, sendo necessários dois pacotes por mês. Segundo dados do IBGE, cerca de 26% das mulheres no Brasil vivem o problema da “pobreza menstrual” (que significa a falta de acesso a absorvente higiênico), corroborando assim, para evasão escolar de adolescentes, e o abandono do trabalho por mulheres que não tem condições de comprar este artigo de higiene básica.

A vereadora também vem participando e impulsionando campanhas e movimentos que arrecadam kits higiênicos para as mulheres mais carentes a exemplo do projeto. “Menstruação Solidária,” que está sendo encabeçado pela advogada Kamila Neri, e tem como objetivo arrecadar kits higiênicos para serem distribuídos entre mulheres que vivem em extrema vulnerabilidade nos bairros mais pobres de Maceió.

“A utilização de absorvente higiênico é uma questão de saúde, pois previne doenças ginecológicas oriundas de vírus e bactérias, e seus tratamentos, na maioria das vezes, são muito mais caros e agressivos para saúde da mulher. Por fim, vale considerar que este projeto não acarretará novas despesas para o município, tendo em vista que, a aquisição de absorventes higiênicos já existe, por ser considerado um insumo imprescindível que auxilia em diversos procedimentos rotineiros ou até cirúrgicos" finaliza a vereadora. 

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2021 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.